Memória em atualização permanente
em 18/10/2018

 

 

Mekukradjá é uma palavra de origem caiapó – etnia que ocupa Mato Grosso e Pará – e significa “sabedoria”, “transmissão de conhecimentos”. Com esse ideal, o evento acontece desde 2016, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo/SP, com intuito de discutir temas relacionados à arte e política, ressaltando a resistência dos indígenas no Brasil contemporâneo.

 

O site de mapeamento da memória é um dos produtos do Mekukradjá – Círculo de Saberes. A plataforma reúne informações sobre os povos originários através de dados dos participantes e os levantamentos do Instituto Socioambiental (ISA). Além disso, são disponibilizados vídeos, textos e áudios produzidos durante e sobre o evento.

 

Em 2018, o Mekukradjá apresentou seis sessões de conversa, nos dias 22 e 23 de agosto, com a curadoria da antropóloga Junia Torres e do escritor Daniel Munduruku. Entre os destaques da programação de 2018, está a participação de Marcos Terena, uma das principais lideranças do Brasil desde os anos 1980, quando articulou a criação do movimento político, que culminaria com a aprovação da garantia dos direitos indígenas na Constituição de 1988.

 

Assista aos vídeos sobre as culturas indígenas.

 

Ouça os podcasts do Mekukradjá 2017.

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.