A literatura indígena não é subalterna, por Daniel Munduruku
em 20/03/2018

A convite do Conexões Itaú Cultural, o escritor Daniel Munduruku produziu um artigo que contextualiza a literatura indígena brasileira, tratando do seu desenvolvimento histórico e do momento atual. Munduruku, que tem representado o Brasil em eventos na França, na Alemanha, na Itália e na Colômbia, entre outros países, comenta também sobre como essa vertente literária é vista no exterior.

 

Munduruku conta que a escrita é algo recente para os povos indígenas brasileiros, que se aproximaram desse recurso a partir de um processo de escolarização iniciado nos anos 1960. Esse contato se intensificou nos anos 1980, período importante de organização, reivindicação e conquistas.

 

 

No texto, o escritor destaca: “Há uma literatura escrita por indígenas; há uma identidade nessa produção literária; há uma demanda crescente por esse tipo de escrita. Isso é um fato notado a partir dos últimos 20 anos. É uma produção voltada para crianças e jovens, sim; comprometida com a conscientização da sociedade brasileira sobre os valores que os povos originários carregam consigo apesar dos cinco séculos de colonização”.

 

Munduruku fala da existência, no país, de cerca de “40 autores autodenominados indígenas que estão produzindo material literário com alguma regularidade”. São descendentes de “pelo menos 20 povos diferentes e oriundos de quase todas as regiões brasileiras”. Também ressalta que, embora a maior parte dos títulos seja infantojuvenil, “há literatura adulta, acadêmica, paradidática, história em quadrinhos e até audiolivros”.

 

Para ler o texto completo acesse o site do Itaú Cultural.
 

Sobre o autor

 

Daniel Munduruku é um escritor indígena brasileiro, autor de 50 livros para crianças, jovens e educadores. Recebeu diversos prêmios no Brasil e no exterior, entre eles o Prêmio Jabuti, o Prêmio da Academia Brasileira de Letras e o Prêmio Tolerância (Unesco). É graduado em filosofia, com licenciatura em história e psicologia, doutor em educação pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutor em literatura pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

 

Assista a vídeos produzidos com escritores indígenas brasileiros para a série Encontros de Interrogação.

 

Confira também a vídeos e áudios produzidos sobre culturas indígenas do Brasil.

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.