Depoimento: Fernando Bonassi
em 11/11/2011

Neste depoimento, o escritor e roteirista Fernando Bonassi fala de suas origens familiares no ABC paulista, no contexto da cultura operária, e sobre o modo como viveu a industrialização do país. Bonassi explica a sua compreensão de que a literatura tem um papel na narrativa das transformações sociais, e afirma que, mais do que contar histórias ou experimentar, escrever significa reagir às coisas que lhe incomodam. “O mais importante é o ódio que certas coisas me provocam”, impulso pessoal que está no início da escrita. Bonassi ainda comenta a própria condição geracional e as relações entre a atividade literária e outras demandas, como a escrita de roteiros. Outro tópico deste depoimento é o aparente paradoxo de que os livros que entram para a história, segundo o autor crê, são os que se relacionam com momentos históricos específicos.

 

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.