Florencia Garramuño: afinidades e diferenças de Brasil e Argentina
em 30/04/2009

Florencia Garramuño é professora na Universidad de San Andrés, Buenos Aires. É Doutora pela Universidade de Princeton, concentrando seus estudos na literatura contemporânea do Brasil, Argentina e Uruguai. Seu atual projeto de pesquisa discute uma noção renovada de literatura. Nesse projeto, privilegia a leitura de autores como Waly Salomão, Marcos Siscar, Paula Glenadel, João Gilberto Noll, Clarice Lispector, entre outros escritores. É autora dos livros Genealogías Culturales. Argentina, Brasil y Uruguay en la novela contemporánea (1980-1990) (1997) e Modernidades Primitivas. Tango, Samba y Nación (2007). Editora de diversos livros, com destaque para Absurdo Brasil. Polémicas en la cultura brasileña (2000), editado com Adriana Amante. É colaboradora constante de publicações acadêmicas em diversos países.


A professora Garramuño esteve no I Encontro Internacional Conexões Itaú Cultural, ocasião em que deu a seguinte entrevista para o blog.
No primeiro segmento, Florencia Garramuño fala sobre seu interesse pela literatura brasileira.

No segundo segmento da entrevista Florencia Garramuño fala sobre os autores brasileiros que são hoje mais lidos, comentados e discutidos na Argentina, inclusive os poetas.

O terceiro segmento da entrevista trata das questões de tradução, e da qualidade de antigas e novas traduções de autores brasileiros na Argentina.

No último segmento da entrevista a professora Florencia Garramuño fala sobre a importância do projeto Conexões e de como “estar perto do Brasil” motivou a sua volta para a Argentina.

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.