Bolsa para tradução é a maior demanda para divulgação da literatura brasileira.
em 27/06/2011

O levantamento dos dados do Mapeamento Internacional da Literatura Brasileira do Instituto Itaú Cultural revelou que os “mapeados” consideram a execução de um programa de bolsas para a tradução de obras brasileiras como o principal estímulo para sua divulgação no exterior.
Uma das perguntas do “mapeamento” trata precisamente das possíveis ações para o desenvolvimento da presença da literatura brasileira no exterior. Noventa e dois dos “mapeados” responderam que o programa de bolsas seria um importante estímulo. Alguns dos mapeados assinalam que as bolsas devem ser acompanhadas de ações que levem os escritores brasileiros ao exterior, para lançamento de livros, participação em festivais de literatura e ações similares.

Outro fator de importância para a divulgação de nossa literatura é a instituição de cátedras e cursos de português e literatura brasileira nas universidades do exterior. Cita-se com frequência o exemplo dos programas desenvolvidos pelo Instituto Camões nesse sentido. Do mesmo modo, ações mais gerais de intercâmbio entre universidades brasileiras e estrangeiras também são citadas.
A criação de um instituto para divulgação internacional do português e da literatura brasileira, nos moldes do Instituto Camões de Portugal também foi citado por quarenta “mapeados” como uma ação necessária. De fato, há anos que se fala na criação de um Instituto Machado de Assis, no âmbito do Itamaraty, mas esse projeto nunca saiu do papel. As ações do Instituto Camões são um espelho do que os estudiosos e tradutores da literatura brasileira esperam que se torne uma política pública de apoio à difusão das nossas letras.
Veja mais informações no Banco de Dados.

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.