guyglodis learningwarereviews humanscaleseating Cheap NFL Jerseys Cheap Jerseys Wholesale NFL Jerseys arizonacardinalsjerseyspop cheapjerseysbands.com cheapjerseyslan.com cheapjerseysband.com cheapjerseysgest.com cheapjerseysgests.com cheapnfljerseysbands.com cheapnfljerseyslan.com cheapnfljerseysband.com cheapnfljerseysgest.com cheapnfljerseysgests.com wholesalenfljerseysbands.com wholesalenfljerseyslan.com wholesalenfljerseysband.com wholesalenfljerseysgest.com wholesalenfljerseysgests.com wholesalejerseysbands.com wholesalejerseyslan.com wholesalejerseysband.com wholesalejerseysgest.com wholesalejerseysgests.com atlantafalconsjerseyspop baltimoreravensjerseyspop buffalobillsjerseyspop carolinapanthersjerseyspop chicagobearsjerseyspop cincinnatibengalsjerseyspop clevelandbrownsjerseyspop dallascowboysjerseyspop denverbroncosjerseyspop detroitlionsjerseyspop greenbaypackersjerseyspop houstontexansjerseyspop indianapoliscoltsjerseyspop jacksonvillejaguarsjerseyspop kansascitychiefsjerseyspop miamidolphinsjerseyspop minnesotavikingsjerseyspop newenglandpatriotsjerseyspop neworleanssaintsjerseyspop newyorkgiantsjerseyspop newyorkjetsjerseyspop oaklandraidersjerseyspop philadelphiaeaglesjerseyspop pittsburghsteelersjerseyspop sandiegochargersjerseyspop sanfrancisco49ersjerseyspop seattleseahawksjerseyspop losangelesramsjerseyspop tampabaybuccaneersjerseyspop tennesseetitansjerseyspop washingtonredskinsjerseyspop
O Brasil fora de si – Encontro Conexões (2016)
em 21/03/2017

A mesa O impacto da história recentíssima do Brasil nas aulas de cultura e literatura brasileiras reuniu os professores Lucía Tennina (Universidad de Buenos Aires), Nelson Vieira (Brown University) e João Cezar de Castro Rocha (Uerj), que mediou a conversa.
O registro do debate, que encerrou a programação do Encontro Internacional Conexões 2016, pode ser ouvido a seguir. Mais abaixo, o relato da produtora cultural Fernanda Guimarães, pesquisadora do programa.



O Brasil fora de si
O eco das manifestações de junho de 2013 estaria presente nas mais de 1.000 escolas e mais de 100 universidades ocupadas enquanto acontecia a terceira e última mesa do 9º Encontro Internacional Conexões Itaú Cultural. O professor de literatura comparada da Uerj e consultor do programa Conexões Itaú Cultural João Cezar de Castro Rocha começou a discussão com essa observação e questionando se o título pouco sintético atribuído à mesa – “O impacto da história recentíssima do Brasil nas aulas de cultura e literatura brasileiras” – não seria, ele mesmo, índice da incapacidade de se estabelecer interpretações conclusivas a respeito das manifestações de junho de 2013. Chamava atenção ainda para a novidade trazida por essas manifestações: a inversão do paradigma do privado se apropriando do público. Tratou-se, sobretudo, de um momento em que a rua foi tornada espaço efetivamente público, mas sem partidos políticos ou associações civis para dar coesão ao movimento.
Lucía Tennina, professora e pesquisadora da Faculdade de Letras da Universidade de Buenos Aires, e Nelson Vieira, professor e pesquisador de Estudos Portugueses & Brasileiros e Estudos Judaicos na Universidade Brown, ambos tradutores e mapeados do Projeto Conexões Itaú Cultural, contribuíram para a discussão apresentando o funcionamento de seus respectivos programas e cátedras, sua história e conteúdos oferecidos, dando uma dimensão de como se processa a questão política nas duas universidades.

 

Lucia Tennina (foto: Agência Ophelia)


Na Argentina, literatura brasileira é literatura estrangeira, não latino-americana. Lucía Tennina falou do panorama das redes de pesquisadores de literatura brasileira na Argentina, destacando a atuação fundamental de pesquisadores, professores e tradutores como Gonzalo Aguilar e Florencia Garramuño. Os alunos chegam ao programa de Literatura Brasileira e Portuguesa, inaugurado em 2009, informados por uma imagem estereotipada da cultura e da literatura brasileiras. Tennina não observou quebra quanto a esse aspecto, mas sim na resposta dos alunos ao programa – surpreendente, por exemplo, quando da participação de Ferréz em um evento na UBA em 2012.

 

Nelson Vieira (foto: Agência Ophelia)


Nos Estados Unidos, em 1975, foi aberto o Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros da Brown – o primeiro do tipo no mundo –, cuja origem estava em 1969, quando os alunos se rebelaram contra um programa conservador. Nelson Vieira comentou o caráter francamente interdisciplinar do programa, apontando para a importância da pedagogia do ensino de português e para o enfoque no momento atual brasileiro. Este ano, no festival de cinema da Brazil Initiative da universidade, foram exibidos Boi Neon e Aquarius, sempre seguidos de debates, e uma das conferências da iniciativa deu início a um grupo de leituras que envolveu a análise crítica da atuação do Movimento Vem Pra Rua e da participação da mídia na forma de protestar que vem sendo experimentada no Brasil.
A repercussão da situação política brasileira está muito presente entre os alunos da UBA e da Brown. Com o avanço das agendas de direita na Argentina, nos EUA e no Brasil, será importante manter as conexões entre as diferentes realidades, dentro e fora da universidade, para que a literatura brasileira possa estar representada também nas suas possibilidades de transformação do mundo.

 

Nelson Vieira, Lucia Tennina e João Cezar de Castro Rocha (foto: Agência Ophelia)

 

Ouça o registro das outras mesas do encontro:

A tradução de Grande Sertão: Veredas

A literatura de Luiz Ruffato no exterior

 

Leia mais sobre outros encontros do Conexões Itaú Cultural

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.