Mulherio das Letras — Portugal
em 27/02/2019

O Mulherio das Letras é um coletivo feminista literário criado em 2017, diretamente interessado na expressão pela palavra escrita e oral e propõe a discussão das questões da mulher nas áreas da arte e da cultura. Com adesão de mais de seis mil mulheres brasileiras – residentes no Brasil e no exterior – sendo uma de suas idealizadoras a escritora Maria Valéria Rezendese, o coletivo promoveu seu primeiro encontro em outubro de 2017, em João Pessoa, no Nordeste do Brasil e agora é inspiração para um evento em Lisboa.

 

De 7 a 10 de março, acontece o I Mulherio das Letras — Portugal, que parte do pressuposto de que as artes e a ciência são ambas um bem colectivo. O encontro busca propor uma abordagem da literatura de autoria feminina que possa estabelecer um diálogo entre a academia e a sociedade civil, entre as escritoras e as leitoras. O evento visa alargar as fronteiras da literatura e da arte, bem como perceber dinâmicas identitárias e abre espaço para ouvir e debater a produção literária e acadêmica de escritoras, artistas, investigadoras, jornalistas, etc.

Participam escritoras como a angolana Ana Paula Tavares e as portuguesas Maria Teresa Horta, Lídia Jorge e Ana Margarida de Carvalho. O encontro é fruto da colaboração entre CHAM – Centro de Humanidades (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa) e o Palácio de Baldaya.

 

Para mais informações e a programação completa em Portugal, clique aqui.

 

Visite também a fanpage do movimento brasileiro.

 

I Mulherio das Letras — Portugal

7 e 8 de Março de 2019 — Local:  NOVA FCSH — Edifício ID, Salas Multiusos  2 e 3 (piso 4)

9 e 10 de Março de 2019 — Local: Palácio de Baldaya

Lisboa

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.