O Invasor e Marçal Aquino chegam ao México
em 30/10/2014

O jornal mexicano Excelsior celebrou com destaque a chegada da versão de O Invasor, romance policial de Marçal Aquino, em espanhol.

A matéria de 10 de outubro contém trechos de entrevista com o autor, que discorre centralmente sobre a violência dentro e fora da ficção. Aquino defende que a melhor forma de combatê-la é não nos tornando insensíveis a ela, mas sensibilidade é coisa já tornada rara em São Paulo. O autor completa que, se os nomes dos locais e personagens fossem trocados, o Invasor poderia muito se passar na Cidade do México, onde violência e insensibilidade também andam juntas. 

O romance tem uma origem curiosa: foi tornado filme antes de se finalizar como livro. Em 1997 o cineasta Beto Brant convenceu o autor a fazerem juntos a adaptação, que gerou um filme de grande sucesso. O Invasor é um dos ícones do cinema brasileiro e, certamente, da representação da cidade de São Paulo.

O livro (primeiro romance do autor) foi lançado em 2002 e ganhou reedição pela Companhia das Letras em 2011. Saiu agora em espanhol pela Oceano, que já publicou versão de Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios.

Leia a matéria.

Veja Marçal Aquino e Beto Brant em conversa sobre literatura e cinema logo após o lançamento de O Invasor.

 

E um depoimento de Marçal gravado em 2004.

 

 

Ouça também um programa de rádio em que Marçal Aquino conta um pouco sobre a criação de suas personagens.

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.