Mapeada do Conexões tem Projeto Aprovado no Rumos
em 26/05/2014

A comissão de seleção do Novo Rumos Itaú Cultural anunciou hoje, após coletiva de imprensa realizada no instituto, a lista com os 104 projetos aprovados, entre diversas áreas de pesquisa cultural e expressão artística. Foram mais de 15.000 inscritos e um longo percurso de leituras e debates até fechar o conjunto dos selecionados.

Entre os projetos de literatura está o de Carmen Villarino, que  é professora de literatura brasileira e pesquisadora no Departamento de Filologia Galega-Faculdade de Filologia da Universidade de Santiago de Compostela.

O projeto consiste na construção de um observatório do impacto cultural do Brasil no exterior através das feiras internacionais do livro. Pensando na crescente imagem internacional do Brasil com a chegada da Copa do Mundo e aproximação das Olimpíadas, o que é refletido em várias instâncias, a pesquisa se baseia na seguinte questão: Que imagens do Brasil e de sua cultura se divulgam na imprensa estrangeira através de feiras internacionais do livro?

Em meio a intensificação de traduções e convites de honra a festivais internacionais, a literatura torna-se parte de uma indústria cultural que produz, atualmente com grande foco, para exportação e que age também na construção da imagem do país ou, como Villarino ressalta, da “marca país”.  Esse protagonismo, ainda que forjado, também traz oportunidades à produção literária contemporânea no Brasil, que serão da mesma forma apontadas e analisadas pela equipe de pesquisadores.

O projeto tem forte relação com o Conexões, e será continuamente acompanhado por aqui.

Segue abaixo a lista com demais projetos aprovados na área de literatura:

Ponto BR
Proponente: MARCELINO JUVÊNCIO FREIRE
O projeto, idealizado pelo escritor e produtor de eventos Marcelino Freire, tem como objetivo mapear escritores que estão à margem da produção editorial por meio de encontros a serem realizados em 15 capitais brasileiras – Rio Branco, Maceió, Macapá, Manaus, Vitória, Goiânia, São Luís, Cuiabá, Campo Grande, Belém, Teresina, Porto Velho, Boa Vista, Aracaju e Palmas. O mapeamento ficará disponível em uma publicação virtual, com todas as informações do mapeamento.

Linha Única
Proponente: JOÃO LUÍS ANZANELLO CARRASCOZA
O escritor João Luís Carrascoza propõe o desenvolvimento de um livro de minicontos. A ideia é que a produção seja feita por micronarrativas com extensão menor que os 140 caracteres do Twitter, e inspirado na lírica dos haicais. A proposta é que o resultado do experimento literário seja publicado em livro, meios digitais, como blog e hotsite, e até mesmo numa conta criada no Twitter.

O Século de Camus – Novos Escritos de Lucia Miguel Pereira
Proponente: GRAPHIA PROJETOS DE COMUNICAÇÃO LTDA.
Publicação de textos de Lucia Miguel Pereira ainda inéditos em livro, em sua maioria artigos para o jornal carioca Correio da Manhã, escritos entre 1947 e 1955. Para a idealizadora Luciana Viégas, professora e pesquisadora, é necessário que se compartilhe os pensamentos de Lucia Miguel Pereira, que discorrem desde conflitos intelectuais em plena Guerra Fria até as tensões da redemocratização pós-Vargas. O crítico paulista Antonio Candido também reconhece a influência de Lucia Miguel Pereira, e afirma em seu Literatura e Sociedade: “Não é impossível que [ela] tenha sido o meu modelo inconsciente”.

O Enigma Orides
Proponente: GUSTAVO DE CASTRO E SILVA
Livro-reportagem sobre a poeta paulista Orides Fontela (1940-1998). Além da pesquisa em diversos centros de documentação, o autor colheu depoimentos de amigos, ex-colegas da turma de filosofia da USP de 1972, intelectuais, editores, poetas, ex-professores, boêmios do centro de São Paulo, pessoas que estiveram presentes em seu cotidiano e também em seu enterro, para reunir informações sobre a poeta que morreu na miséria e quase foi enterrada como indigente. A publicação também reúne vinte poemas inéditos que foram descobertos durante a pesquisa, entre 2011 e 2012.

CÓDIGO REVISTA – Digitalização das revistas Código
Proponentes: ARIANE STOLFI, BRUNO SCHIAVO, DANIEL SCANDURRA, GABRIEL KERHART E JOÃO REYNALDO
CÓDIGO REVISTA é o projeto de digitalização integral dos 12 números da Revista Código, que circulou entre 1974 e 1989, e também a criação de um web site que disponibilize o material catalogado de forma a facilitar pesquisas artísticas, literárias, biográficas etc. A Revista Código teve como editor o mineiro Erthos Albino de Souza (1932-2000) e o baiano Antonio Risério, e contou com a contribuição de poetas e artistas de renome, como Augusto de Campos, Décio Pignatari, Caetano Veloso, Julio Plaza, Paulo Leminski,  Waly Salomão e Júlio Bressane entre outros.

Sarau do Binho
Proponente: ROBINSON DE OLIVEIRA PADIAL
O objetivo do projeto é perpetuar o legado do Sarau do Binho, encontro semanal e gratuito de pessoas ligadas à arte, que completou nove anos em 2013. O sarau já promoveu diversas manifestações culturais na região do Campo Limpo, em São Paulo. A proposta aqui é de desenvolver ações de incentivo à leitura para jovens e adultos, potencializar as atividades que já existem, como a brechoteca (sede da biblioteca desde 2010), saraus em escolas públicas, encontro de saraus e publicar a Segunda Antologia Poética do Sarau do Binho.

 Parabéns aos selecionados!

Confira entrevista com Carmen Villarino:

 

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.