Haroldo de Campos e a pós-utopia
em 29/08/2019

Haroldo de Campos (imagem: German Lorca)

 

 

Na matéria “O vermelho é fúria de barriga vazia”: poética e política no pensamento de Haroldo de Campos, Diana Junkes, professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), que estuda o poeta há 16 anos, destaca o conceito de pós-utopia mencionado por Campos em 1979, período entre a anistia e a primeira eleição presidencial democrática do Brasil após a ditadura militar.

 

 

Para pesquisadora, que tem o poema “A Máquina do Mundo Repensada” como objeto de seu doutorado, “a pós-utopia não é distópica; ao contrário, é a afirmação de um modo de conceber a história”.

 

 

Em agosto deste ano, Haroldo de Campos, que foi homenageado pelo projeto Ocupação Itaú Cultural, em 2011, completaria 90 anos.

 

 

Saiba mais

 

Conheça o site da Ocupação Haroldo de Campos

 

E começo aqui – Ocupação Haroldo de Campos (2011)

Deixe um comentário

*Campos obrigatórios. Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.